A primeira carta de Alcides Akiau.

alcides akiau à moi
afficher les détails 19:52 (Il y a 21 heures)

Boa tarde, Wilma, Hamilton e Claudia. Parabéns pela iniciativa de reunir os ex-caetanistas. Já participei do I Encontro de Ex-Alunos da Caetano de Campos no próprio prédio e gostaria de participar também hoje, no Bar do Batata, mas não será possível.]
Fiz o Curso de Aperfeiçoamento, em 1954, em turma de 20 mulheres e apenas 2 homens: diretora profa. Carolina Ribeiro; a secretária era a mesma, e o sr. Jaime foi figura importante. Dentre os professores o Prof. Joel Matins foi o nosso iniciador nos mistérios da Psicanálise com Breuer, S. Freud e Lacan; tornou-se nosso amigo com quem mantivemos contactos até seus tempos de Reitor da PUC em São Paulo. Ingressando no magistério primária, fiz o curso de Pedagogia, como “comissionado” e me formei Bacharel e Licenciado, em 1958, já como professor primário, secundário e Diretor efetivo da rêde pública. Em 1960 viajei para a França, como bolsista do Governo da França, estudando na Sorbonne e residindo na Maison du Bresil, na Cidade Universitária de Paris. Fiz doutorado na área de Educação Comparada e o Patrão de Tese foi o prof. Maurice Debesse. Estagiei no Inst. Internacional de Estudos Pedagógicos de Sèvres e, retornando ao Brasil, fui nomeado Coordenador das Classes Experimentais (baseadas nos Liceus Pilotos da França) e responsável pela recepção e organização da Missão Pedagógica Francesa (de Sèvres) em São Paulo. Um dos professores foi o prof. René Haby, depois Chefe de Gabinete do Presidente Giscard d”Estaing e posteriormente Ministro da Educação que me convidou para novos estágios na França. A coincidência foi que a sessão inaugural foi na … Caetano de Campos. Alguns anos depois quando a Secretaria da Educação já funcionava na Praça da República, voltei novamente a trabalhar no prédio da Antiga Escola Normal da Praça, como Dirigente do GCAAP – órgão do Gabinete do Secretário da Educação (Prof. Luiz Ferreira Martins).
Bem, tudo isso me mantém orgulhoso de ter estudado no Instituto de Educação “Caetano de Campos”. Ainda: pouco antes de me aposentar como Supervisor de Ensino (fui também Delegado de Ensino e exerci outras funções e ocupei outros cargos) fiz questão de voltar, outra vez, na Caetano de Campos II, na Praça Roosevelt. Na ocasião tentei consultar os antigos arquivos para localizar endereços de antigos colegas, mas sem sucesso, dada a divisão em duas unidades… Voces conseguiram e isso é muito, muito bom.
Wilma, meu propósito é apenas participar desse enorme grupo de ex-alunos da Caetano de Campos, colaborar com narrativas de fatos, fotografias e de eventuais encontros.
Envio-lhe, anexo, cópia da “carta-convite” do prof. René Haby e imagens da Sorbonne e da Cite Universitaire, bem como dados sobre o Livre de Poche de autoria de Max Gallo, da Academia Francesa que encomendei na Livraria Cultura, no Conjunto Nacional por…. E 6,00 (18 reais). Estou gostando pois me transporta de volta ao Círculo Sagrado de Paris (e da França).
Você vai gostar…
Por favor, não se esqueça de comunicar o local e data do lançamento de seu livro. Um abraço.

Alcides Akiau

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para A primeira carta de Alcides Akiau.

  1. Octaviano Galvão Neto disse:

    De que Hamilton estamos falando?
    É aquele moreno e “gordinho” que aparece na foto dos ginasianos de ´65 e que jogou no gol do time montado pelo Pedro Ohl em ´64 no campeonato de futebol de salão no Arquidiocesano?
    Se for, que saudades amigão !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s