iecc-memórias – CXXXVIII – Concurso interno na Escola Normal da Praça.

 

Queridos leitores:

O jornal O Estado de São Paulo publicou no dia 9/06/1909 que o lente de latim da Escola Normal, o sr. dr. José Machado de Oliveira, obteve oito meses de afastamento; porém a mais importante nota do mes, coube à chamada ao concurso interno para certas cadeiras do magistério do Curso Normal.

As provas eram realizadas em público e exigiam dos candidatos conhecimentos embasados; depois das provas escritas, vinham as orais.

Procurei imagens à respeito dos candidatos e encontrei  uma escola com o nome do quarto concorrente citado.

5- Alunas no antigo anfiteatro_1895

As fotos acima e abaixo mostram o antigo anfiteatro da nossa escola; não posso lhes afirmar que os concursos fossem ali realizados; porém quando  o  último andar foi criado, todas as cerimônias públicas eram realizadas na sala A. Guião, representada na 3a foto.

 

4- exposição de trab. man. no antigo auditorio

38- Sala Álvaro Guião

Abraços selecionados,

wilma.

03/01/14.

21/06/1909

Escola Normal de São Paulo

De ordem do cidadão sr. dr. diretor interino desta escolar, e de acordo com o preceito regulamentar, faço púlico que, com o inteiro preenchimento  das formalidades legais, acham-se inscritos quatro opositores à cadeira de história natural, anatomia, fisiologia e noções de higiene desta escola.

Seus nomes são os que em seguida se mencionam : dr. Carlos Rodrigues de Vasconcellos, dr. Antonio José de Faria Tavares, dr. Reynaldo Ribeiro da Silva e dr. Alvaro Simões Correa.

Devendo realizar-se no dia 21 do corrente, a prova escrita, convido  a comparecerem no dia designado, às 11 horas da manhã, todos os candidatos acima nomeados no Salão nobre do Jardim da Infância, bem como em todos os dias consecutivos, às mesmas horas e no mesmo lugar, até o término da última prova do concurso.

Para o conhecimento dos opositores, vai aqui transcrito o art. 96 do Reg.e seu parágrafo único: Art. 96: nenhum motiveo poderá justificar a ausência do candidato inscrito em dia determinado para qualquer das provas importando esse fato na perda do direito resultante da inscrição.

Parágrafo único: na mesma pena incorrerá o candidato que se retirar de qualquer das provas, depois de começada e o que não preencher o tempo marcado para preleção, ou completá-lo com assunto estranho ao ponto.

Secretaria da escola normal de São Paulo – São Paulo, 12 de junho de 1909, o secretário, CARLOS LENTZ.

Anúncios
Esse post foi publicado em Publicações do jornal 0ESP desde 1894 sobre o IE Caetano de Campos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s