iecc- memórias – CLXIV – Resultado das provas de fim do ano 1911 e para começo de 1912 na Escola Normal da Praça.

Quando éramos alunos do Instituto de Educação Caetano de Campos, a notação ia de ZERO a DEZ;  não foi sempre assim: na primeira década do século XX, a maior nota era 11(onze), e o aluno aprovado era classificado “com distinção máxima”;  a nota 10,0 (dez) era denominada apenas “com distinção”, depois vinha o “plenamente aprovado”, que honradamente levava 9,00/8,00.

Lendo os editais que o jornal O Estado de São Paulo publicou em dezembro de 1911, podemos constatar que osresultados dos exames apresentados pelos alunos da casa apresentavam  grande quantidade de aprovados; no entanto, o exame seletivo de entrada barrava quase a metade dos candidatos; os aprovados  formariam classes homogênias no futuro, sem problemas ligados à sua escolarização.

Também havia outra diferença, desta vez sobre a escolha do período : somente os rapazes tinham direito à matrícula no período noturno e, o acesso das moças foi uma das derradeiras regalias aos alunos dos anos 70.

Leiam abaixo:

Estilo: "Color tone - neutral"

12/12/1911-OESP

Escola Normal de São Paulo

De ordem do cidadão sr. dr. Ruy de Paula Souza, diretor desta escolar, para o conhecimento dos interessados, abaixo se pubicam as notas dos alunos dos 1°, 2°, e 3° anos do curso secundário, em ano letivo de 1911, tendo sido publicadas as notas dos alunos do 4° ano do mesmo curso a 3 do corrente mes, no Diário Oficial do Estado.

CURSO NOTURNO

3° ANO

Aparecem 25 nomes de rapazes, tendo quarto alunos obtido a nota máxima no 1° grupo, que na época era 11.

10 alunos foram reprovados.

CURSO DA TARDE

3° ANO

Seção A ; aparecem 27 nomes de moças aprovadas, quatro delas com a distinção máxima(nota 11) no 1° grupo e, apenas uma reprovada.

Seção B; aparecem 32 nomes femininos, todas alunas aprovadas com boas menções no 1° grupo, 9 delas com a menção máxima.

CURSO DA MANHÃ

1a seção: 31 nomes femininos, 3 das alunas com a menção “distinção”no 1° grupo, com nota máxima e apenas uma reprovada..

2° ANO:

CURSO NOTURNO

29 rapazes inscritos e aprovados, um reprovado e um rapaz com a nota máxima  no 1° grupo.

CURSO DA TARDE: 42 alunas aprovadas, 5 com a menção máxima no 1° grupo e 3 reprovadas.

CURSO DA MANHÃ:

1a seção: 40  alunas aprovadas, nenhuma com nota 11 no 1° grupo.

2a seção: 41 alunas aprovadas, nenhuma com nota 11 no 1° grupo e uma reprovada.

1° ANO

CURSO NOTURNO: 38 rapazes aprovados, 16 reprovados, nenhuma nota 11 no 1° grupo.

CURSO DA TARDE:

Seção A :

30 alunas aprovadas, 4 com nota máxima no 1° grupo; a 5a colocada, Ofélia Fonseca teve aprovação com “distinção”, isto é: com nota 10. Duas alunas foram reprovadas.

Seção B

37 alunas aprovadas, uma com nota 11 no 1° grupo e duas reprovadas.

Seção C

40 aprovadas, nenhuma com a nota máxima no 1° grupo e uma reprovada.

Seção D

39 aprovadas, 2 reprovadas; nenhuma aluna com a nota máxima no 1° grupo.

CURSO DA MANHÃ

1a seção

40 alunas aprovadas, nenhuma com nota 11 no 1° grupo.

2a seção:

37 aprovadas, nenhuma com a nota 11no 1° grupo e uma reprovação.

Secretaria da Escola Normal, 9 de dezembro de 1911; secretário Francisco Eugenio de Toledo.

Obs : todos os alunos receberam notas para o 1° e o 2° grupo ; aqui não foram colocadas as mesmas observações para o 2° grupo de cada classe.

(17/12/1911 – Página parcialmente visível)

27/12/1911

Edital

Escola Normal

De ordem do cidadão sr. dr. Ruy de Paula Souza, diretor desta escola, e em cumprimento à  disposição regulamentar, faço público, para o conhecimento dos interessados, dos resultados dos exames de admissão  ao primeiro ano do curso secundário, aqui realizados de 1 a 16 do corrente mes.

Candidatos inscritos: 103

Candidatos reprovados: 49

Não compareceram: (ilegível)

Candidatos aprovados: 53

Candidatas inscritas: 469

Candidatas reprovadas: 202

Não compareceram:  4(uma a mais?)

Candidatas aprovadas: 264

Segue a lista de todos os nomes, com o grau de aprovação que era :

Distinção , grau 11(um candidato- Péricles Galvão ,  e uma candidata Alda de Almeida Prado)

Distinção, grau 10(um candidato, Runbens de Carvalho, e 16 moças)

Plenamente, grau 9, 4 rapazes e 11 moças)

Plenamente, grau 8(12 rapazes e 49 moças)

Simplesmente, grau 6 , 17 rapazes e 81 moças)

Os nomes de todos se encontram no edital.

Secretaria da Escola Normal de São Paulo, 16 de dezembro de 1911 : O secretário Francisco Eugenio de Toledo.

Curiosidade : como li todos os nomes dos felizes aprovados, reconheci dois parentes da Família Caldeira, aprovados ambos com grau 8(Plenamente) : Antonio Cunha Caldeira e Alberto Caldeira.

Anúncios
Esse post foi publicado em Publicações do jornal 0ESP desde 1894 sobre o IE Caetano de Campos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s