iecc-memórias – CLXVII – Normalistas rivais: gente fina também briga na rua

No dia 14 de maio de 1912, o jornal O ESTADO de SÃO PAULO  publicou um anúncio para estimular as vendas da revista « A Vida Moderna » e, para atiçar a curiosidade dos leitores escreveu  que no interior daquela edição, o leitor poderia encontrar  « Invejável reportagem fotográfica, além de uma crônica sobre a  manifestação da Academia ao dr. Washington Luís.

« A Vida Moderna » , anuncia no artigo do exemplar de OESP do 14 de maio de 1912, que também iria publicar as fotos e o texto sobre as festas no Clube Espéria e, menos festivo  e imagens sobre o aviador Edu Chaves que acabava de realizar a primeira ligação aérea entre São Paulo e Rio.

E.Chaves e o monoplano Bleriot na praia do Gonzaga, em 1912
Foto: coleção do comendador Amadeu da Silveira Saraiva in http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0058f.htm

Igualmente espetaculares, os leitores veriam as imagens do enterro do soldado vítima da tragédia da Praça Antonio Prado.

  (n° de 1914 in: Sala de Pesquisa internacional)

                                                           (foto de 1914-Jockey Club Paulista- in: blog do Iba Mendes)

Edulcorando aquele número, diz OESP,  haveria “instantâneos” tirados no Jockey Clube , Clube Espéria e, alguns outros da Escola Normal…

(Quais delas? -foto de 1915 in: blog do Iba Mendes)

Quando a tão esperada revista, enfim publicou tudo o que havia prometido na sua edição de maio, provocou uma crise de inveja entre as normalistas que haviam participado à pose para os instantâneos : como deve ser, apenas alguns clichês foram publicados e, provavelmente os de melhor feitio.

A aluna da nossa reputada escola que viu sua imagem preterida pela equipe de “A Vida Moderna”, criou a maior discussão com a outra, cuja foto fora escolhida para ilustrar o jornal e, ambas se atracaram como cão e gato nas iediações do n° 53, da Praça da República

Um lente apartou a briga, mas na edição do jornal OESP do dia seguinte(26 maio de 1912) foi publicada uma nota mencionando a disputa entre as duas normalistas, cuja razão foi a ciumeira de uma quando viu o « instantâneo » da outra publicado na revista  « A Vida Moderna ».

E dizer que beleza não se põe à mesa…

Revista paulista (in FlogBrasil)

A VIDA MODERNA:

ENDEREÇO: Rua Capitão Salomão, 16 caixa – 218 (1907) e Rua Boa Vista, 41 (a partir de 1913).

CIDADE: São Paulo.

PERIODICIDADE: Quinzenal (1907) / Semanal (1912 – 1914) / Quinzenal (1915 – 1919)

NÚMERO DE PÁGINAS: 40

DATAS – LIMITE: 1907 – 1925

EXEMPLARES: 533

REDAÇÃO/RESPONSÁVEL: Direção Arthur Reis Teixeira (1907) e Garcia Redondo (e redator chefe) (a partir de 1913).

ILUSTRAÇÃO: A revista utiliza conteúdos iconográficos em praticamente todas as suas páginas. Trás muitos desenhos, caricaturas, charges e vinhetas e até histórias em quadrinhos, mas principalmente fotografias.

COLABORADORES: n/c.

CARACTERIZAÇÃO: Os conteúdos da revista são variados trazendo muitas biografias de figuras relacionadas à Política, Artes e Ciências, e históricos e comentários dobre empreendimentos industriais e comerciais de São Paulo. Traz muitos comentários sobre produtos novos, geralmente de higiene e beleza. Faz muitas coberturas de festas, eventos, guerra e esportes. Dedica também, espaço considerável à Literatura, com poemas, contos e críticas. Trás também muitas notas sobre a vida social em São Paulo (personalidades, fatos, comentários sobre bares, salões e teatros).

DESCRIÇÃO: A vida moderna é uma revista de variedades, bem impressa e com estrutura editorial consolidada. Durante o período em que foi publicada, entre 1907 e 1925, A Vida Moderna se caracterizaria como uma das revistas de variedades mais bem sucedidas do periodismo paulistano, chegando, por volta de 1915, a disputar com A Cigarra, o título de revistas de maior vendagem em São Paulo. Mantendo laços editoriais com o grupo d’O Estado de São Paulo, paulatinamente moderniza-se compondo-se enquanto um empreendimento comercial de sucesso. A revista começou em1906, com o nome de Sportman e depois mudou para A Vida Moderna FONTE: São Paulo em revista: catálogo de publicações da imprensa cultural e de variedade paulista 1870 – 1930 / Heloisa de Faria Cruz (organizadora).(Coleção Memória, Documentação e Pesquisa, 4) – São Paulo: Arquivo do Estado, 1997.

ieccmemorias.wordpress.com: na Net desde setembro de 2010.

Anúncios
Esse post foi publicado em Publicações do jornal 0ESP desde 1894 sobre o IE Caetano de Campos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s