iecc-memórias – CXCIII -P.P. teria razão em reformar o ensino no ano de 1912?

19/12/1912 OESP

Notas Pedagógicas, sempre assinadas por P.P., o anônimo opositor de cyridião Buarque:

Bem resumidamente, P.P. traz à tona um projeto de reforma do ensino próximo àquele defendido pelo jornal OESP; trata-se de um projeto detalhado do lente do Ginásio de Ribeirão Preto, o sr. dr.Eduardo Leite Ribeiro.

Lendo o seu projeto, pareceu-me muito interessante :

O referido professor propõe 6 anos de duração para  o curso elementar, trannsformando as escolas normais  em Ginásios dotados de 4 cursos :

« Ciências e Letras », com 7 anos de duração,

« preparatórios para as academias superiores », de 5 anos de duração,

« Normal », com 5 anos de duração e

« Comercial », com 4 anos.

O projeto descreve o currículo de cada curso, com as matérias comuns estudas em cursos comuns.

Preconiza aquele professor exames de admissão para as suas respectivas entradas, idade mínima para o ginasial normal e,  13 anos para os que se dirigirem ao magistério.

O estudo de várias línguas é preconizado no ensino de Letras, que na sua  etapa superior deve durar três anos.

P.P. discorda apenas da quantidade de línguas ensinadas e prefere optar por maior carga horária em menor quantidade de idiomas, na hipótese do plano do sr. Leite Ribeiro ser cogitado no futuro.

Até que não era dos piores, não é mesmo?

 (imagens de Ribeirão Preto )
Anúncios
Esse post foi publicado em Publicações do jornal 0ESP desde 1894 sobre o IE Caetano de Campos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s