Encontro das normalistas do IECC – turma de 68.

Parece que foi ontem; procurando uma outra foto para ilustrar o blog no site da Convivium Eventos e Promoções, encontrei essa que se encontra abaixo e da qual nada me lembrava.

 

Foto sempre vai ser um conjunto de imagens de gente que não mais é.

Nessa de 2009, por exemplo, temos a confirnação do nefasto papel reservado às imagens de retratos inventadas por Nièpce: Terezinha Dias Baptista, a sobrinha da nossa Dona Zezé, que ficava sentada numa mesa do corredor carimbando “presente” nas nossas cadernetas, encontra-se representada à esquerda; é a primeira entre nós.

Pelos estudos feitos na Escola Normal do Instituto de Educação Caetano de Campos, salvou-se da sua condição inicial de classe, conheceu um belo alemão, criou com ele uma família e uma sociedade e viveu feliz com o marido durante anos, até que ele fosse convocado para prestar contas no céu.

Pois bem: quando estive no Brasil para lançar o meu segundo livro consegui telefonar para a casa da antiga minha colega e soube  que ela havia partido ao encontro de seu marido logo depois daquele evento em que nos vemos na foto.

Para que não conhece as demais  antigas normalistas, apresento-lhes Maria Conceição Santana Sayão, que durante o curso elementar foi considerada a melhor aluna de todo I.E. Caetano de Campos e graças a Deus continua viva mas não tem tido tempo de responder aos meus e-mails.

Em seguida vemos a Maria Aparecida Santorsa – muito bela e bem produzida;  jamais exerceu o magistério; casou-se com um dos membro de um conjunto famoso de iê-iê-iê e com ele viaja até hoje pelo mundo.

Depois da Cida, vemos a Regina C. Sacani, que ainda trabalha na administração do colégio Rio Branco e continua tão bonita quanto antes. A menorzinha, ao seu lado é a Maria Regina de Oliveira Leme, que continua com sua vozinha de criança e que agora tem um netinho…

A atriz fantasiada de Viúva Alegre, sou eu… mas depois de mim, vemos a mais alta da classe  a Maria Augusta Motta; sempre circusnspecta.

Sorridente e muuuiiiito “chic”, empresária de sucesso, Maria Inês fecha o quadro.

Somos só sorrisos, aqui na Terra como no Céu!

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Encontro das normalistas do IECC – turma de 68.

  1. Maristela disse:

    Memórias, lembranças – é a carga mais intensa que levamos vida afora, como mostra seu texto, Wilma.
    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s