iecc-memórias -CCLXXI – Bagatelas de novembro 1914 sobre a ENC.

14/11/1914(OESP)
Antonio Cândido(não confundir com Antônio Cândido de Mello e Souza – nota minha), professor da Escola Normal e do Conservatório Dramático e Musical, participa que mudou sua residência para a Alameda Glette, n° 104, onde continua a lecionar piano e canto.

(Nota minha: o Colégio Santa Inês, no 562 da Alameda Glette devia gozar de grande familiaridade ao nosso professor de canto.)

images(in: São Paulo Antiga)

16/11/1914(publicado no jornal OESP com atraso, no dia 16/11/914)
Escola Normal Secundária
MISSA
Comunicamos que realizar-se-a amanhã , 16 do corrente às 9 horas, no altar-mor da igreja de Sta. Cecília, a missa mandada rezar em ação de graças pela formatura das professorandas deste ano, sendo celebrante o revdmo. Monsenhor dr. Benedicto de Souza.
Para este ato de religião convidamos as alunas da Escola e demais pessoas que nos queiram honra com a sua presença.
São Paulo, 15-11-914
A COMISSÃO

igrejasantacecilia(in São Paulo Antiga; foto provavelmente da década de 50)

27/10/1914(OESP)
Escola Normal da Capital
Exames de Suficiência

Assinado decreta na Pasta do Interior, majorando de 25% os vencimentos do professor de desenho e de caligrafia da ENC, Thomaz Augusto Ribeiro de Lima, a contar da data que completou trinta anos de exercício.

 

28/11/1914(OESP)
Escola Normal Primária
Eduardo Roberto Alves, aluno do último ano da Escola Normal Primária, manda rezar hoje, 28 do corrente, às 7 horas, na igreja do Convento do Carmo, uma missa de ação de graças à Sagrada Família por motivo de terminação do curso.
Convida seus parentes e todas as pessoas de sua amizade para comparecerem a este ato de religião.
Desde já agradece a todos.

 

Crônica cruel:

A igreja católica sempre desempenhou um papel de comunicadora entre si e o seu rebanho, fosse para prepará-lo à guerra na véspera do combate, despedir-se dos marinheiros antes da viagem incerta, sedimentar sacramentos por ela oficiados garantindo a preservação da sua moral, divulgar uma filosofia entre seus discípulos e/ou uma disciplina estética entre seus melhores oradores, como fez o padre Antonio Vieira que nos legou um tesouro literário.

Todos esses quesitos acima exemplificados  tiveram a função de cimentar sua ligação com o poder, ou de repudiá-lo.

Na época da repressão, a Igreja da Consolação cedeu o seu altar à companhia teatral de Ruth Escobar e, aos domingos, a missa ali celebrada era a Missa Leiga, normalmente em cartaz no teatro da rua dos Ingleses durante a semana.

Pagava-se para entrar e, pura imaginação minha, creio que o que fosse ali arrecadado , revertido seria àqueles que combatiam a ditadura; tempos nobres aqueles.

Hoje em dia, o padrão Globo de qualidade, fez com que as igrejas sobrevivessem dos desejos populares da sua plateia através da  comunhão e da comunicação de massas: quando não se torna palco de espetáculo carismático mambembe, entrega o microfone do oficiante na mão de quem paga o show; não é mais o oficiante que reconforta, ameaça ou previne, elogia ou condena; o orador, que se coloca em cena, se prevalece do público ingênuo para colocar-se sob as luzes da ribalta.

Monsenhor Passal’Acqua, lente da ENC, ou o reverendíssimo  Monsenhor dr. Benedicto de Souza, da igreja de Santa Cecília, nada mais faziam que cimentar seus valores através do  mister ao qual se dedicaram, numa República onde a Igreja se encontraria teoricamente separada do Estado.

Missas de ação de graças, fúnebres ou festivas, continuam a ser rezadas na mesma igreja da Consolação e quem sabe um dia? – na igreja do Carmo, –  onde o Instituto de Educação Caetano de Campos sempre contou com os seus fortes aliados e, tenho certeza, que o pretexto de muitas dessas  cerimônias recentes que agrega o nosso rebanho, reserva os seus holofotes aos interesses pessoais e empresariais de seus organizadores.

wilma schiesari-legris

 

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s