PARTE II – Caetano de Campos: começo do ano 1929 na ENC

Em janeiro de 1929, apenas encontrei no acervo do jornal OESP um reclame da escola particular do lente da ENC,  Moura Santos.

Nada de relevante em relação à nossa Escola foi publicado no mes de fevereiro de 1929 pelo mesmo jornal; em compensação, sabemos que 1929 foi um ano mundialmente conhecido por fazer desmoronar fortunas, incluindo aquelas pertencentes a muitos dos nossos barões do café (clientes da ENC e depois das escolas particulares feitas para eles pelos lentes da ENC.)

“Felizmente”(no caso da fazenda Arianduva,  a maior fazenda de café que tivemos (5 milhões de pés de café e 60 km de ferrovia particular, além de máquinas que automatizavam a seleção e o ensacamento) e que pertenceu ao pai de Santos Dumont, foi vendida a lotes bem antes da grande bancarrota da Bolsa de Nova Iorque.

No jornal OESP começam a proliferar fotografias ilustrando até meras reportagens relacionadas aos crimes cometidos na capital. Miragaia, talvez irmão ou primo de um futuro herói paulistano, foi preso com dez gramas de cocaína; Lampião diz que somente se entregará se for para ocupar a cadeira da presidência da república do Brasil…

Então vamos ver o que foi publicado em março de 1929:

Março de 1929.

14/03/1929(OESP)

Em razão da medida de tresdobramento dos grupos escolares na Capital, aqueles interessados que não obtiveram matrícula no 1° ano da Escola Modelo da Escola Normal da Capital em virtude da falta de vagas, poderão se dirigir ao diretor do grupo escolar do Arouche, que está autorizado pela Diretoria Geral da Instrução Pública a receber neste estabelecimento, os candidatos que se apresentarem.

E

Nomeação para os cargos de substitutas efetivas para a Escola Modelo Caetano de Campos, anexa à ENC: Irma Teixeira Mendes  e Estela Teixeira Mendes…

“Há algo de podre no reino da Dinamarca”… várias vezes já topei com nomeações de gente da mesma família, exatamente no mesmo dia, pela caneta do mesmo secretário.

Quando terminarmos  a pesquisa faremos a lista dos sortudos professores que tiveram salários altos garantidos sem passar por concurso; foi o caso do  primeiro e único professor de alemão, Virgílio Rezende, que logo no começo do funcionamento da ENC na Praça, teve apenas uma “turma” de UM aluno e jamais foi demitido, aposentando-se mais tarde(em maio de 1931) como  lente; sua cadeira havia sido suprimida desde o final do século XIX mas ele continuou firme e forte fazendo parte do corpo docente da Escola; docente ou indecente?

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Parte II- Caetano de Campos - O QUE FOI PUBLICADO SOBRE A ESCOLA NORMAL A PARTIR DE 1920. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s