Parte II – Caetano de Campos – agosto de 1929 na Escola Normal da Praça.

AGOSTO de 1929

02/08/1929(OESP)

O 49° aniversário  da reabertura da Escola Normal da Capital(homenagem aos pioneiros da Instrução)

Resumo:

(…) Uma festa será levada a efeito no salão do Jardim da Infância, nela se entregando à aluna HELENA GAMA DUARTE, o prêmio “Luiz Pereira Barretto”, pela melhor nota de Física e de Química obtida nos 3° e 4° anos.

Segue um artigo cheio de incenso e ufanista aos pioneiros da instrução pública, nominando Caetano de Campos e Prudente de Moraes, para sublinhar que o Estado de São Paulo chega ao seu apogeu graças às medidas que proporcionaram o ensino elementar por todo Estado, incluindo a população suplementar de imigrantes que ali entraram.

(Nota minha: não é verdade! Basta ler os relatórios sobre a instrução pública publicados pelo mesmo jornal em 1912 e no final dos anos 20)

02/08/1929(OESP)

A EN de São Simão também se congratula com a ENC e recolhe contribuição para a inauguração e instalação da herma de Caetano de Campos a serem feitas no ano seguinte.

 

03/08/1929(OESP)

Monumento a Caetano de Campos

Efetuou-se ontem, em todas as escolas do Estado, bem como nos institutos particulares de ensino, a grande coleta em prol da herma que vai ser erguida nesta capital, em homenagem a Caetano de Campos. (…)

E

A festa com que a ENC comemorou ontem o 49° aniversário da sua reabertura foi uma encantadora reunião das centenas de senhoritas que ali aprendem a arte de ensinar.

Orfeão, recitativos, números de piano e a entrega do Prêmio Pereira Barretto à aluna Helena Gama Duarte( blog 05 de maio – clique no link azul para ver a foto da aluna no medalhão).

(…)

(resumo) Honorato Faustino de Oliveira, o diretor discursou e a festa foi encerrada com o Hino Nacional.

“Apesar de ter sido fundada aos 16 de março de 1846, foi reaberta graças à lei n. 9 de Maio de 1874 utilizando uma sala da Escola de Direito, antes de comprar o prédio do Largo do Thesouro, depois ali se instalando o Palácio da Justiça.”

Diz o artigo, que a festa inaugural contou com a presença do conselheiro Laurindo Brito, que presidia a Província em 1875.

      
                                                            pt.wikipedia.org-conselheiro Laurindo Brito
                                                                                      Laurindo Abelardo de Brito.png

Catorze anos depois foi inaugurado o prédio onde hoje se situa a ENC; portanto a festa de ontem comemorou não somente a reabertura da Escola, como a inauguração do prédio da Praça da República.

 

04/08/1929(OESP)

Realização de uma festa na EN de Botucatu para recolhimento da contribuição à herma de Caetano de Campos.

 

06/08/1929(OESP)

Homenagem a Caetano de Campos

O diretor da EN de Botucatú, sr. prof.  José Amaral Wagner fez um discurso sobre Caetano de Campos e reuniu fundos  tanto de sua escola como de outras da região para a feitura e instalação da herma a Caetano de Campos.

 

18/08/1929(OESP)

O lente da ENC encontra-se sr. dr. Reynaldo Ribeiro encontra-se em Ribeirão Preto para tomar parte da banca examinadora dos concursos de História natural e Química, na cidade.

 

24/08/1929

Monumento a Caetano de Campos

Subscrição atinge  cerca de dezenove contos de réis.

Segue a lista de todas as instituições que colaboraram, mais de 30 nomes, entre pessoas físicas e escolas, que arrecadaram  18:907$400

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Parte II- Caetano de Campos - O QUE FOI PUBLICADO SOBRE A ESCOLA NORMAL A PARTIR DE 1920. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s