DIA DAS MÃES

Em breve vocês vão ler no blog que no ano de 1930, em São Paulo , “O Dia das Mães” estava asssociado aos “Dias da criança”; a data era comemorada em outubro e cada dia escolhido optava por  diferente homenagem: ” Dia da criança bebê”, “Dia da criança que estuda”, “Dia da Criança asilada”, “Dia da criança pobre” e, para encerrar, “Dia das Mães”.

Com a americanização do país, aquela data passou a ser comemorada no segundo domingo de maio; aqui na Europa a data é outra, sendo que na França ela é denominada Fête des Mères e vai ser festejada no dia 29 de maio. Não me perguntem qual é o Dia das Mães na Inglaterra ou na Alemanha!

A evolução social, principalmente no seio da família está se transformando num quebra-cabeças jurídico para alguns indivíduos que a resolveram afrontar; senão, como vai ficar a situação de crianças engendradas por procriação artificial assistida ou por clonagem? Quem vai ser sua mãe? A doadora do óvulo que foi colocado numa barriga de aluguel ou a proprietária do ventre?

Em Berlim um desses novos  problemas foi resolvido com inteligência: um casal de moças encontrou um rapaz, que pelo método “faça você mesmo”, permitiu que uma delas pudesse gerar um bebezinho; quando o Lucas nasceu, o pai e a mãe registraram o menino.

O pai,  vive com um rapaz que sempre sonhou com… paternidade. O casal pega alternadamente o filho do primeiro rapaz e cuida dele na sua casa, que fica no antigo Berlim Oeste; a mãe biológica do Lucas, que habita no que foi o Berlim Leste se encarrega, com a companheira, da criança três dias por semana.

Para aumentar a célula familiar, o companheiro do papai também colaborou na gestação da esposa da mãe do Lucas e assim nasceu a Helen, que participa da vida familiar nas mesmas circunstâncias que o irmãozinho.

O  único inconveniente encontrado foi a distância entre as residências dos dois casais e, agora todos procuram um teto comum, ou na pior das hipóteses dois apartamentos no mesmo prédio visto que os Quatro são pais e mães das duas crianças, que são irmãs de genitores completamente diferentes.

   Afficher l'image d'origine
(Arte – France)

Todos se entendem muito bem e cada bebê pode contar com a atenção de dois pais e de duas mães, seja do ponto de visto biológico, seja do ponto de vista afetivo.

Quem está à procura de terapeuta é um famoso psicanalista com gabinete em frente do apartamento onde os seis novos residentes pretendem se instalar em breve!

wilma.

08/05/2016.

Cartas te Victor Zoia e Erica Fiadi

Cartas de Giovanna Mantovani e Fernanda Silva
(Folha de SP; 08/05/2011)
Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s