Parte II – Caetano de Campos – Abril de 1939.

A escola republicana paulista deveria ser laica ou religiosa?

ABRIL de 1939

1° de Abril de 1939 (OESP)

Movimento Religioso

Culto Católico

Foi constituída a comissão de honra do Congresso Eucarístico Nacional a realizar-se em setembro, em Recife:

Presidente: exma. Sra. Leonor Mendes de Barros;

Membros: Guilhermo Winter, secretário da Viação; doutores: Alvaro Figueiredo Guião, secretário da Educação; Achilles de Oliveira Ribeiro, presidente do Tribunal de apelação; Altino Arantes e Eurico Bastos;

Senhoras: condessa amalia Matarazzo, dona Carolina Ribeiro, diretora da Escola Normal Modelo, dona Ludovina Credidio Peixoto, presidente da Liga do Professorado católico; dona Olga de Paiva Meira, presidente da Liga das Senhoras Católicas e dona Alayde Borba.

11/04/1939 (OESP)

O sr. Secretário da Educação(Álvaro Guião *- nota minha) visitou ontem a Escola Normal Modelo e os locais da FFCLUSP( 3° andar do prédio que hoje é ocupado pela Secretaria de Educação de São Paulo– nota minha)

E

Deve comparecer à Secretaria da ENM para tratar de assunto de seu interesse, dona Apparecida Vieira de Almeida.

18/04/1939 (OESP)

A Educação Física nas escolas

Resumo

Afficher l'image d'origine(ieccmemorias)

Depois da publicação sobre os reparos que devem ser formulados nas escolas no quesito “aulas de ginástica”, o jornal OESP recebeu a visita de elementos da direção e do corpo docente da Escola Normal Modelo, pondo em evidência a impossibilidadede quaisqueres modificações, para melhor, nos atuais horários.

Além da insuficiência de espaço, faltam professores para desempenhar essa tarefa, pois a escola conta com mais de 800 alunos.

Como sabemos, o terreno da Escola Normal foi cortado para dar lugar a nova avenida São Luiz(nota minha) e apenas em duas hipóteses as aulas diárias de Educação Física poderiam ser dadas:

– ou com todos alunos juntos

OU

– em horários decalados, impondo a ida à escola em horas inoportunas para os alunos.

 

*Álvaro Guião

Nascido em Santa Rita do Passa Quatro em 20 de maio de 1894, Álvaro de Figueiredo Guião iniciou seus primeiros estudos no grupo escolar Guimarães Júnior, em Ribeirão Preto. Em 1905, entrou no Colégio São Luiz, em Itu, onde se bacharelou em Ciências e Letras. Em 1911, matriculou-se na Universidade de Genebra, na Suíça, onde se formou em Medicina. De volta ao Brasil, em 1917, começou a clinicar em Campinas. Em 1921 ingressou como interno na Maternidade de São Paulo, na qual chegou à posição de chefe da clínica hospitalar. Entre outras atividades, foi ainda cirurgião do Sanatório Santa Catarina e do Hospital Alemão. Foi sócio fundador da Associação Paulista de Medicina.

Casado com a são-carlense Lúcia de Camargo Guião, foi fazendeiro em São Carlos. No início do Estado Novo, nomeado secretário de Educação e Saúde Pública do Estado de São Paulo pelo interventor Adhemar de Barros, exerceu o cargo de 7 de julho de 1938 a 14 de dezembro de 1939, período em que desenvolveu importante atividade administrativa de organização e reorganização dos serviços públicos paulistas nas áreas de educação e saúde.

(in Pró-memória; Prefeitura de São Carlos)
Anúncios
Esse post foi publicado em Parte II- Caetano de Campos - O QUE FOI PUBLICADO SOBRE A ESCOLA NORMAL A PARTIR DE 1920. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s