Caetanista, Humberto Migiolaro, tem poesia premiada no Concurso Literário Paulistano 2016.

Afficher l'image d'origine

(Paul Klee, primeira fase; in http://grofouillis.canalblog.com/tag/peinture)

 

TEREZA MALDITA

 

                Humberto Migiolaro

 

Não bastasse

O brilho de seus olhos

A ofuscar a lucidez

De meu caminho;

 

Não bastasse

O perfume de seus cabelos

A desviar meu faro

Das virtudes sublimadas;

 

Não bastasse

A sensual forma

De seu corpo,

A me tornar escravo

De favores inconfessos;

 

Não bastasse

O encanto mentiroso

Do seu sorriso calculado

A me supor

Verdades ilusórias;

 

Não bastasse

O som meigo,

Sua voz amada

A sussurrar

Palavras de feitiço;

 

Ainda assim,

Seria você meu veneno,

Minha sina perigosa,

Meu perder de paralelos,

Meu encontrar

De descaminhos…

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Expressão livre: textos dos leitores. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s