PARTE II – Caetano de Campos – OESP – SETEMBRO 1941

SETEMBRO 1941

02/09/1941 (OESP)

Caetano de Campos

Comemoração do 50° aniversário da morte do grande educador.

No próximo dia 12 se comemorará o 50° da morte do grande educador Caetano de Campos.

A Associação dos Antigos Alunos da Escola Normal da Praça, deu sua adesão a todos os atos que a Escola “Caetano de Campos” (…) planejou para aquele dia.

Haverá missa pela manhã: guarda à herma daquele ilustre educador, erigida em frente à Escola; romaria ao túmulo do mestre no cemitério da Consolação; uma sessão cívico literária no auditório da Escola “Caetano de Campos”, às 20 horas e meia, devendo falar o dr. Salvador Roco, sob os auspícios da Sociedade de Medicina e Cirurgia.

 (esculturas e monumentos de S. Paulo)     Afficher l'image d'origine

09/09/1942 (OESP)

As imponnentes cerimônias realizadas em São Paulo pela passagem do 110° aniversário da nossa independência.

O Departamento de Imprensa e Propaganda ofereceu um almoço às mais altas autoridades militares e na esplanada do Municipal houve salva de tiros às 10 horas da manhã simultaneamente ao desfile aéreo da esquadra da FAB sobre a Avenida São João, seguida pelo aparecimento da Banda do 4° BP na rua Líro Badaró; as tribunas oficiais, no Largo do Paissandu, foram homenageadas pela passagem da Banda, com a presença do coronel Mazza, mentor dos cadetes, que por sinal, desfilaram em seguida, prenunciando a marcha do Batalhão do CPOR,  a da 4ª Regimento de Infantaria,  o Batalhão de Quadros, o batalhão de Caça e o 5° Batalhão, proveniente de Itapetininga.

Outras formações desfilaram e as autoridades seguiram paara banquetear.

Na ESCOLA CAETANO DE CAMPOS

Afficher l'image d'origine

O professor F. De Chiara(Caldeira – nota minha) pronunciou uma palestra sobre “A letra e a múica do Hino à Independência” e dona Carolina Ribeiro, falou em seguida.

Programa:

8 horas;  festa das crianças do Curso Primário.

-9 horas; festa solene com dona Carolina Ribeiro em presença do sr José Henrique Turner, representando Anisio Novais,  Diretor Geral do departamento de Educação.

-Hino Nacional

-Palestra do professor de Chiara, cujo conteúdo se encontra ali publicado.

 

12/09/1941 (OESP)

Homenagens à memória de Caetano de Campos (artigo curto).

13/09/1941 (OESP)

Homenagem à memória de Caetano de Campos

(com foto dos presentes e dona Carolina Ribeiro entre eles)

Comemorou-se ontem, na presença de seus familiares e altas autoridades ligadas à Educação em São Paulo, os 50 anos da morte de Caetano de Campos numa cerimônia promovida no Cemitério da Consolação,  pela Escola, pela Associação de Antigos alunos da Escola Normal e pela Sociedade Paulista de História da Medicina.

Dona Carolina Ribeiro improvisou um discurso sobre a obra de Caetano de Campos.

Depois de um ato religioso realizado na capela do cemitério, todos os presentes partiram para o prédio da Escola “Caetano de Campos”.

A sessão solene realizou-se às 20 horas no Auditório da Escola; após os discursos de praxe das altas autoridades, em presença dos filho de Caetano de Campos, a professora Olímpia de Campos Varella e o professor Campos Andrade e Silva, o sr. alfredo Roco pronunciou uma palestra sobre o homenageado. Em seguida, foram distribuídos os prêmios de Química, Física, História do Brasil e de Português aos alunos que mais se destacaram nessas disciplinas entre os anos letivos de 1938 e 1940.

O orfeão da Escola fechou a cerimônia.

 

30/09/1941 (OESP)

O Grêmio da FFCLUSP” fará hoje, às 20 horas, no auditório da Escola “Caetano de Campos” a cerimônia de posse da nova diretoria, que empossa o professor José Lourenço.

(1955-Registro de reunião acadêmica: José Lourenço é o 6º em pé, da esquerda para a direita.                                                  

 E

O canto orfeônico nas escolas

Opinião do mestre Marshall, sobre o orfeão da Escola “Caetano de Campos”

São Paulo recebeu há dois meses, o orfeão “Glee Club, son a regência do maestro Marshall  e a Escola Caetano de Campos proporcionou ao famoso grupo, uma recepção com a atuação do orfeão da Escola , dirigido pelo professor F. De Chiara.

               Afficher l'image d'origine (Marshall Bartholomew – Yale University Library)

O maestro americano, teve uma carta endereçada ao professor Figueiredo que se encontra na reportagem do jornal, autor da saudação cantada aos membros de Yale, elogiando o trabalho do nosso mestre de Chiara.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Parte II- Caetano de Campos - O QUE FOI PUBLICADO SOBRE A ESCOLA NORMAL A PARTIR DE 1920. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s