A UMA MESTRA COM CARINHO; poema do Paulo Frigério.

 

A UMA MESTRA COM CARINHO

 

Paulo Frigério (in Travessias)

Fotos de Robert Doisneau

Afficher l'image d'origine(gettyimages)

Na Escola Mista da Estiva,

as mestras nos ensinavam

muito mais que o abecedário.

Além de mapas e contas,

leitura corrente e textos,

tabuada bem decorada,

nossos heróis, países e capitais,

vinham as lições de vida,

cuidados com a saúde,

educação e respeito.

   (Planete Petits Loups)Afficher l'image d'origine

Este era o nosso ensino

mais do que fundamental…

Para muitos e para mim,

com todo carinho e respeito,

foi um privilégio estudar

com a mestra inesquecível

dona Maria Scarpim.

Sempre paciente e gentil,

em suas veias corria,

e corre ainda,

sangue inato de professora

e de educadora nota mil.

(Collège Saint Joseph)Afficher l'image d'origine

Olhos pregados na estrada,

ao longe queríamos ver

a charrete aparecer.

No casarão da fazenda,

sumia a nossa mestra

e depois aparecia,

sorridente, calma, esguia,

bem lá no canto

do campo de futebol,

carregada de cadernos

e de outros apetrechos.

Afficher l'image d'origine(Encyclopédies collège)

Corríamos ao seu encontro –

Ah! que disputa acirrada! –

cada um queria trazer

um pouco da sua carga.

Convém deixar registrado

que o casarão amarelo,

onde a professora parava,

pertencia à fazenda

de um homem muito honrado

e de grande coração.

Afficher l'image d'origine(Hot Parade)

Era o pai da professora,

o “seu” Augusto Scarpim,

que tinha muita certeza

do valor da educação.

Afficher l'image d'origine(Gothic resurection)

Numa parte do grande pasto,

de gramado verde e rasteiro,

permitiu que se fizesse

um campo de futebol,

onde o time da Estiva,

com bravura e autoridade,

cercado de torcedores,

enfrentava os visitantes

de outros sítios e da cidade.

Afficher l'image d'origine(Les voyages de Balladine)

E ao lado, em pequeno lote,

ergueu a escola acolhedora

que abraçava a meninada

da Estiva e do Baixote.

Era do casarão da fazenda,

além do campo de futebol,

que surgia a amada mestra,

delicada e paciente…

Arrebanhava as crianças,

e comandava a entrada,

cada um na sua carteira.

Afficher l'image d'origine(Zedland)

Não se notava em seu rosto

tristeza ou qualquer desgosto.

Afficher l'image d'origine

   (Planete Petits Loups)

Educadora incansável,

adorava seu ofício,

ultrapassava os limites

das matérias que eram fixas.

Afficher l'image d'origine(Académie de Caen)

Corrigia-nos com meiguice,

ensinava boas maneiras,

promovia mini-olimpíadas,

salto em altura e à distância,

queimada e também corridas,

apitava nossos jogos,

tirava fotografias.

Afficher l'image d'origine(Académie de Dyjon)

Às vezes parava o jogo

para nos dar um conselho:

“Fulano, não é assim;

futebol é coletivo,

solte a bola para o amigo,

deixe de ser egoísta.”

Afficher l'image d'origine(Gama Rapho)

No final de cada ano,

nossa mestra, como sempre,

educadora competente,

premiava os vencedores

de competições esportivas,

os melhores nos estudos

e os mais assíduos às missas.

Afficher l'image d'origine(Académie de Dyjon)

Conto logo uma história

que não me sai da memória.

Por uma dessas modalidades,

eu merecia um troféu.

Lá estavam sobre a mesa,

bem arrumados os prêmios.

E eu ali na carteira,

clamando ajuda aos céus

e tendo quase a certeza

de que a mim chegaria

uma caneta-tinteiro.

Afficher l'image d'origine(Ecole Française des Grands Lacs)

Chegada a hora das honras,

a nossa adorada mestra

anunciou o meu nome

e de mim se aproximou

com um livro em suas mãos.

Meu Deus! Que decepção!

Afficher l'image d'origine(Artimic – foto do filme “Les 400 coups”)

Debrucei-me na carteira,

em prantos, desconsolado.

Fiquei surdo aos seus apelos

e delicados afagos.

“Eu quero a caneta-tinteiro”,

eu choroso repetia.

“Mas este é o seu presente”,

paciente me dizia.

Enfim, perdeu minha teimosia.

(Gama Rapho)Afficher l'image d'origine

Fiquei sem caneta e livro,

pois a mestra educadora

não cedeu ao meu capricho.

Fez-se médica e enfermeira

entre aqueles pobres pirralhos.

Preocupada com a saúde,

examinava nossos olhos,

vasculhava nossas pálpebras

para ver se ali havia

alguma doença escondida.

Afficher l'image d'origine(Graines de Soleil)

Foi assim que descobriu

problema na minha vista.

Providenciou dois colírios,

começou o tratamento

e curou minha tracoma.

Falo com sinceridade,

essa nossa professora,

ao curar as minhas vistas

livrou-me até da cegueira.

Afficher l'image d'origine(pascalelefraise)

Quando alguém amarelava,

ali via verminoses.

Para acabar com o mal,

bastavam duas ou três doses

do licor de cacau.

Afficher l'image d'origine(Nature et saveurs)

Assim nossa amada mestra,

cuidou da nossa saúde.

Pendurava nas paredes

mapas e cartazes

com letras bem coloridas:

como evitar o amarelão

e a ancilostomose,

era preciso ferver a água,

usar a privada,

escovar os dentes,

proteger os pés,

lavar as mãos,

evitar lombriga

e bicho de pé…

Afficher l'image d'origine(“Ile” était une fois)

E não posso seguir avante

sem citar um outro fato

que não me sai da memória.

Só descobri bem mais tarde

todo seu significado.

Afficher l'image d'origine(center Blog)

Um dia a nossa mestra

anunciou para a classe

que havia falecido

o pai do nosso colega.

Fomos todos ao velório,

consolamos a família

e fizemos orações.

Eis aqui a pura verdade:

mediante aquele gesto,

a nossa mestra ensinou-nos

o que é solidariedade.

E ainda havia festinha

na semana da criança.

Afficher l'image d'origine(Collège Léonard da Vince)

Alguns levavam os doces,

outros iam com salgados.

Ao redor destas doçuras

e de tantas atrações

reinava muita alegria

respeito e educação.

Assim foi a nossa mestra,

eminente educadora

da nossa escola da Estiva

e de outros templos do saber.

Importante e inesquecível

para todos e para mim

foi a nossa amada mestra

chamada Maria Scarpim.

(Femme Actuelle) Afficher l'image d'origine

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Expressão livre: textos dos leitores. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s