VIII – (c) 1880 -“Engano” na publicação dos Editais inviabiliza o concurso para cargos da Escola Normal da Capital.

Résultat de recherche d'images pour "jornal « A Tribuna 1880"

18/06/1880 (APSP)

Logo na primeira página, lemos na primeira coluna, sob o título

« São Paulo, 17 de junho » um artigo lamentando que a província de São Paulo ainda não tenha reaberto a Escola Normal e nem sequer informou os nomes das pessoas nomeadas.

20/06/1880 (APSP)

Biblioteca útil

    Résultat de recherche d'images pour "jornal lisboeta « A Vanguarda »" (Expresso)

Artigo no jornal lisboeta « A Vanguarda », assinado por Teixeira Bastos e elogiando a “Biblioteca útil”, tida como obra de  reorganização mental de  inspiração positivista. E assinala o texto de Sylvio Romero (foto), intitulado « A literatura brasileira e a critica moderna ».

       Résultat de recherche d'images pour "professor silvio romero"  Fundação Joaquim Nabuco

Abilio Marques, o editor, tem como meta popularizar as artes e as ciências através de edições baratas.

1° volume : « O espírito positivista de Auguste Comte”  (78 pgs)

 

JULHO – 1880

08/07/1880 ( APSP)

Logo na primeira página do jornal, lemos na primeira coluna, sob o título

« São Paulo, 7 de julho » um artigo  que nos informa o seguinte :

« Depois de publicados os editais abrindo o concurso para o provimento das cadeiras da Escola Normal, foi declarado sem efeito o ato,  por ter havido engano nos mesmos editais (…) »

E o articulista questiona : o professor que formou-se na velha  Escola Normal deveria frequentar os cursos da nova ENC para reatualizar a sua formação ?

Como agir com os alunos que « pararam » no 2° ano por causa do fechamento da Escola ?

E lamenta o articulista ainda não conhecer o Regulamento da mesma.

20/07/1880 (APSP)

Retrato de Carlos Gomes

Amanhã o jornal vai publicar os escritos de Caetano de Campos sobre a obra de pantografia do artista Narciso Figueiras sobre Carlos Gomes exposta na vitrine do sr. Jules Martin, na rua de S. Bento foto).

Résultat de recherche d'images pour "na rua de S. Bento. sao paulo antiga"www.lojadoposter.com.br

22/07/1880 (APSP)

Instrução pública

Escola Normal

“O jornal APSP enceta este e  uma série de artigos, que hoje começamos sob a rubrica acima.”

(trechos)

Destinam-se eles a analisar o regulamento da Escola Normal, ultimamente publicado.

“Art. 3° – Ambas as seções terão os mesmos professores e a frequência das aulas será comum e simultânia aos normalistas, quer de um, quer de outro sexo; os assentos nela dispostos em duas  ordens, uma para os alunos e outra para as alunas e , SEPARADAS POR UMA DIVISÃO, ficando na frente a cadeira do professor.”

(O articulista compara esse artigo, com a realidade do ensino misto na Bélgica que não requer aquela « separação » idiota)

“Art. 4° – O curso na Escola Normal será de 3 anos e se comporá das seguintes cadeiras : pedagogia e metodologia, compreendendo exercícios de intuição, doutrina cristã.”

(P.S. : a denominação «  Cadeira »  para « cursos » é uma má formulação .

O analista também pergunta:

  1. se a metodologia não faz parte da pedagogia e  quê as autoridades compreendem por exercícios de intuição.
  2. « Doutrina cristã » , como moral pregada por Jesus sem os preceitos do catolicismo ? Catolicismo puro ou cristianismo catoliquisado ?

 

Art. 5° – O artigo fala em « distribuição das cadeira” mostrando a inabilidade técnica da sua redação!

 

Quanto à 1a cadeira, o analista considera insuficiente o programa composto apenas de gramática, prosódia, etimologia, sintaxe, ortografia, leitura de autores clássicos e recitação, análise gramatical e lógica.

2a cadeira : aritmética e geometria ;  a ordem de certas noções a serem ensinadas estariam distorcidas.

3a cadeira – gramática e língua francesa ; noções de física e química : existe incoerência no programa apresentado, se comparado ao que se deve aprender em português ; quanto às matérias científicas, o articulista pergunta como ensinar certas noções  se os alunos desconhecem  o que é « raiz quadrada”.

3a cadeira : o analista vê uma oposição entre ensinar geografia geral e história local.

4a Cadeira:  onde o analista considera uma aberração  visto que propõe : « pedagogia e metodologia através de preceitos de educação física, intelectual e moral” (esta acompanhada da doutrina cristã).

 

Para o 3° ano, o analista encontrou redundância na proposta dos cursos, visto que, por exemplo, a análise lógica do português estudada no 1° e no 2°  ano deve englobar  os conhecimentos necessários da mesma.

Outras aberrações foram encontradas no programa do 3° ano, tanto no que diz respeito à “Revisão do programa de História e de geografia,” como o de “metodologia”.

(segue entre parêntesis que  a análise  do programa da ENC será continuada em outras edições do jornal)

25/07/1880 (APSP)

Declara que a presidência da província nomeou ontem professores para a Escola Normal e que o dr. Americo Braziliense (imagem) rejeitou o convite para ali ensinar História.

                          Ethiago’s Weblog – WordPress.com    Résultat de recherche d'images pour "dr. Americo Braziliense"

27/07/1880 (APSP)

Abertura das matrículas para o ingresso na Escola Normal, começando naquela data os exames de suficiência à entrada no 1° ano.

 

29/07/1880 (APSP)

Lista das candidatas que prestaram exames de suficiência  e foram aprovadas:

Dona Amélia Augusta da Fonseca

Dona Brazilia Maria Galvão de Moura Lacerda

Dona Francisca de Paula Galvão de Moura Lacerda Azevedo

Dona Felicidade Perpetua de Macedo (futura “estrela” da Nova Escola no século XX)

Dona Maria Elisa de Medeiros

Dona Maria da Gloria Bittencourt.

Uma nota « pescada » no jornal « A Tribuna » anuncia a saída do mesmo jornal do colaborador Dr. Silva Jardim (imagem), pelo fato de ter sido nomeado para a Escola Normal, sem nos dizer para qual cargo.

                  wikipédia

PS: mais tarde veremos que Silva Jardim estava completamente “por fora” do que se precisava para endoçar o cargo!

Também não houve engano nenhum na publicação do Edital para o concurso de preenchimento de vagas, mas o medo de que normalistas recém aprovados e diplomados pela Escola Normal atrapalhassem os conservadores na atribuição de cargos aos amigos.. “concorrendo” também!

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s