1889 -c) Intrigas do poder…na ENC.

Julho13/07/18889 (APSP)

11/07/1889 (APSP)

Foi exonerado do cargo de professor interino da 6ª cadeira da Escola Normal o bacharel Brazilio Alves Corrêa do Amaral e nomeado para substitui-lo o bacharel José Roberto Leite Penteado.

AGOSTO

30/08/1889 (APSP)

Inocentado o acadêmico Manços Pinto de Andrade, acusado pelo cônego Manoel Vicente e Brazilio Machado de tentativa de assassinato, pelo fato de ter jogado um engenho incendiário no Largo São Francisco, que os acusadores nomearam de “dinbamite”.

30/09/1889 (APSP)

Escola Normal

Tendo o diretor da Escola Normal determinado que os professores daquele estabelecimento dessem aula ontem, apesar de ser quinta-feira, alegando não haver aula no sábado por motivo de eleição, os alunos daquela Escola, entendendo que essa determinação ia contra o regulamento e não comparecerama nenhuma das aulas.

O diretor mandou marcar quatro pontos (negativos -nota minha) a cada aluno.

17/09/1889 (APSP)

Licença requerida e aceita do dr. Carlos Reis, professor da 1ª cadeira da Escola Normal, solicitando 30 dias de licença, com ordenado.

18/09/1889 (APSP)

Francisco Americo Pereira pede licença em Amparo para poder frequentar a Escola Normal.

Anúncios
Esse post foi publicado em A história da Escola Caetano de Campos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s