Recado do José Antonio Accioly: assistam o filme até o fim!

Image associéeit. Wikipédia/Abranhão, Lampião, Maria Bonita e o bando

For all (forró) no Sertão ?

Neste bate-papo do Portal Nordestino encontrado na Internet, Francisco Seixas e seus convidados falam de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, cangaceiro do nordeste do Brasil.

Teria sido o cangaço um movimento político contra a oligarquia, um bando de anarquistas desprovido de ideologia ou uma seita de bandidos?

Foram muitos e sangrentos os confrontos entre cangaceiros e a polícia (chamada de “Volantes”) na década de vinte do século passado.

Ambos grupos confrontantes aderiram a uma crueldade digna de psicopatas, descritas pelos participantes do vídeo, que narram os seus métodos sádicos com uma concordância verbal às vezes tão mutilada quanto as respectivas vítimas.

Benjamin Abrahão foi o cineasta que, em 1937 se aproximou dos dois grupos rivais para registrar com sua câmera o que estava acontecendo na Caatinga  nordestina naquela época, criando o documento que permaneceu adormecido nas prateleiras dos órgãos repressores do Estado Novo e da Ditadura Militar. O que vemos é uma remontagemde alguns fragmentos, por Ricardo Albuquerque, da obra filmada em Angicos (Sergipe); podemos perceber que apesar de alguns planos que ele escolheu se repetirem, os mesmos mostram um domínio de câmara do diretor de fotografia: largos ou próximos, no nível dos personagens, em plongée ou contre plongéé, closes, travelings, panorâmicas, registram os “atores” numa grande familiaridade com a lente, espontâneos no seu viver, posando ou dirigidos por Benjamin Abranhão, que inclusive utiliza o meio como mensagem.

Image associéeblogdomendesemendes.Résultat de recherche d'images pour "lampiao et maria bonita"Pinterest

Faltam-me as informações históricas e sociológicas para alargar esse tema onde personagens mais conhecidos como o Padre Cícero, o  coronel Bezerra e os  agentes das Volantes desempenharam com as Forças Federais um papel repressivo de grande envergadura, tal como havia sido feito com o caso do messiânico Antonio Conselheiro.

Quem encomendou as armas sofisticadas? Quem treinou o bando? Com quais objetivos finais?

Muitas perguntas, poucas respostas.

(in: Portal do Nordeste, gentilmente indicado pelo colega José A. Accioly.)

Para assistir, procure em :

https://www.facebook.com/ForroNordeste/videos/1409630349114043/

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s