Do meu professor de Literatura Brasileira na Sorbonne, Leonardo Tonus:

ararajubas, ariranhas,
vocês precisam morrer para que possamos viver !

boto-cinza, boto cor-de-rosa,
vocês precisam morrer para que possamos viver !

gavião-do-mato, macaco-aranha, macaco-prego, sauim-de-coleira,
vocês precisam morrer para que possamos viver !

onça-pintada,onça parda, cuíca-de-colete, caiarara
vocês precisam morrer para que possamos viver !

jacu-estalo, peixe-boi, gato-maracajá que no mato chauá
vocês precisam morrer para que possamos viver !

xaxim, andiroba, pau rosa, ravo-do-maranhão, castanheira, flor de carajás, cumaru-de-cheiro
todos vocês precisam morrer para que possamos viver !

waiãpis, yanomami, kamayurás,
vocês precisam ser massacrados para que possamos viver !

                       Image result for lendas amazonicas 

scielo.br

todos os dias gays, lésbicas e trans são assassinados para que possamos viver !.
para que pudéssemos viver, George de Andrade Lima Rodrigues, líder comunitário em Recife, foi encontrado morto com marcas de tiros e um arame enrolado no pescoço.

para que pudéssemos viver, Márcio Oliveira Matos, integrante da direção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, foi assassinado com três tiros na frente de seu filho.

para que possamos viver Rosane Santiago Silveira teve seus pés e mãos atados e feridos. e o pescoço estrangulado. e a cabeça coberta de disparos e cortes realizados por arma branca. Rosane Santiago Silveira lutava contra a exploração predatória em área extrativista realizada por plantadores de eucaliptos.

para que possamos viver professores são cotidianamente ameaçados pelos seus alunos. e negros exterminados. porque são pobres. porque são negros.
é para que possamos viver que a educação é sucateada. e a cultura. e a pesquisa. e a verdade. e a democracia.

o corpo de Marielle Franco foi perfurado por balas para que possamos viver. Segundo os peritos, quatro deles atingiram o lado direito de sua cabeça, no trecho da face entre a parte de cima da sobrancelha e a parte de baixo da orelha. Isto não ajudou a determinar como os disparos foram feitos. Nem os criminosos.

antes de desativar a trava de segurança. antes de colocar o dedo no vão do gatilho. antes de apertar lentamente o gatilho como se ele estivesse apertando a mão de alguém depois de fechar um bom negócio, o comandante da Einsatzgruppe pegou a criança no colo e disse :
é para que possamos viver que você terá de morrer !

elfurgon.com.ar

Post Scriptum :

Derivado do grego “genos” que significa “raça”, “tribo” ou “nação” e do termo de raíz latina “-cida” que significa “matar”, o termo genocídio teria sido criado por Raphael Lemkin, um judeu polaco, jurista e que foi conselheiro no Departamento de Guerra dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. O termo designa a exterminação sistemática de pessoas tendo como principal motivação as diferenças de nacionalidade, raça, religião e, principalmente, diferenças étnicas. É uma prática que visa eliminar minorias étnicas em diversas regiões do mundo.

No Brasil, a Lei Nº 2.889, de 1 de outubro de 1956 define o crime de genocídio e determina suas penas. É considerado crime de genocídio quem tem a intenção de destruir, no todo ou em parte, grupo nacional, étnico, racial ou religioso.
A pena pelo crime de incitação é a mesma de crime incitado, se este se consumar.
A pena é aumentada de 1/3 (um terço), quando a incitação for cometida pela imprensa.
A pena é agravada de 1/3 (um terço) quando cometido o crime por funcionário público ou por governante.

Rio de Janeiro, 1 de outubro de 1956,
135º da Independência e 68º da República.

Leonardo Tonus

Esse post foi publicado em Expressão livre: textos dos leitores. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s