Arquivo da categoria: Uncategorized

Dalton Sala voltou a São Paulo.

… z continua a realizar arte por computador. Boa viagem!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A língua falada por cada um

A língua falada por cada um Myrthes Suplicy Vieira (*) Gosto muito das lições vernáculas que recebo lendo os primorosos e divertidos textos da Dad Squarisi. O de outro dia não constitui exceção de modo algum, mas não posso deixar de confessar que … Continuar lendo

Publicado em Expressão livre: textos dos leitores, Uncategorized | 1 Comentário

Nossa professora Silvia Aranha pede a nossa colaboração!

Bom dia! Que bom ter se lembrado do meu nome depois de tanto tempo! Bom também o encontro dos Caetanistas de 2017. Ao tomar conhecimento do fato, lembrei-me de sugerir uma idéia para o grupo: cada um doar um livro … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Raul Machado, “Pessoa” “Drummondiana”…

METAPOEMAS “                                                     Raul Machado                Entre mim e o mundo                     serpenteia a palavra mais precisa                     que meu olho pois só vejo o que nomeia.                     E o mundo só o sei                     … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Renato Castanhari Jr. “Voltando para casa”.

Tem horas que olho para trás O que eu fiz, de onde parti Dos amores que tive, muito tempo faz Pessoas vindo e voltando Passando, ficando Ontem rabisquei minha vida Traços finos, grossos, banais Amores, dores, iguais Vermelhos, azuis, lilás … Continuar lendo

Publicado em Expressão livre: textos dos leitores, Uncategorized | Deixe um comentário

Uma outra ideia de “escola”!

Gene Kelly & Donald O’Connor – Moses supposes (with hun sub)– imagens enviadas por Raul Machado; obrigada, Raul!

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Myrthes Suplicy Vieira é uma pessoa difícil… mas eu amo tudo que e

Pessoas difíceis Myrthes Suplicy Vieira (*) Eu confesso: sou uma pessoa difícil mesmo. Não chego a ser casquinha de ferida absoluta, mas posso sangrar em fração de segundo, bastando para isso que alguém lance no ar a suspeita de que … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário